terça-feira, 21 de novembro de 2017

Alarme de presença Harley-Davidson

Você conhece bem a função do seu módulo de segurança “hands free”, também conhecido como sensor de presença?
Muitas motos estão sendo entregues com uma senha padrão, já anotada no manual do proprietário. Praticamente, todas as Harleys estão saindo com essa mesma senha, que é extremamente óbvia.
Existe um grande perigo, porque esta senha tem uma função muito importante. Ela existe para que você possa ligar a moto caso tenha perdido o sensor de presença. Por meio de um procedimento simples, que varia um pouco de moto para moto, você digita uma senha no odômetro e pode ligar a moto apenas com a chave, sem problemas.
Ou seja, se um vagabundo usa uma micha ou qualquer outro sistema para girar a sua ignição (que é uma fechadura ridiculamente fácil de ser burlada), basta ele digitar essa senha para ir embora com a moto.
O procedimento correto, seria colocar uma senha escolhida por você na hora da entrega da sua moto, ou solicitar que você a alterasse imediatamente ao chegar em casa. Porém nem sempre isso é feito.
Por isso, fica o aviso: se a sua moto possui o sistema de presença, procure no manual do proprietário como alterá-la para uma senha escolhida por você. E não esqueça de avisar seus colegas. Vamos dificultar o trabalho dessa cambada que anda roubando Harley por aí.
Fique atento para a posição correta da pilha, senão o alarme não desarmará, também.
É preciso colocar o pólo + do controle com o pólo + da pilha.
A Harley-Davidson sugere a pilha da marca Panasonic - referência 2032, Porém outras marcas funcionam perfeitamente.


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Novidades Royal Enfield 2018

A Royal Enfield lançou no Salão de Milão, na Itália, dois novos modelos: a Interceptor INT 650 e Continental GT 650, ambas equipadas com o novo motor de 2 cilindros e 650cc.
Visualmente, a Interceptor INT 650 é retro e baseada no ideal de diversão dos anos 60, equipado com tanque de combustível clássico, em forma de gota, dois assentos acolchoados e um guidão longo. Vem equipada com pneus aro 18, amortecedores duplos e freios a disco dianteiros e traseiros, com ABS.
Já a Continental GT 650 compartilha o motor, chassi e itens estéticos com a Interceptor INT 650. O modelo tem uma posição inclinada para frente, assento único, o tanque esculpido e o grampo nas grades completam o aspecto autêntico. Possui discos de freio dianteiro e traseiro com ABS, como a Interceptor INT 650.

Novo Motor



A Royal Enfield revelou seu primeiro motor de dois cilindros em seu novo centro tecnológico (UKTC – United Kingdom Technology Center) em Leicestershire, no Reino Unido. A nova unidade tem 650cc e será utilizada na nova geração de motocicletas da Royal Enfield. O objetivo principal de sua concepção foi desenvolver uma plataforma global que leve o legado e as características da marca a um patamar ainda mais moderno.
O novo motor é desenvolvido com apoio da equipe de desenvolvimento de produtos de Chennai, na Índia. “Foi projetado para oferecer o equilíbrio certo entre potência e torque, para assegurar uma experiência de condução fácil e suave. A ampla margem de torque – de 52Nm – tornará a pilotagem da nova linha de motocicletas da marca descomplicada e macia, sem a necessidade de trocas frequentes de marcha. A potência é de 47 cv” diz a marca em comunicado de lançamento do motor e do centro de pesquisas. Tem dois cilindros paralelos, em quatro tempos, com comando único de cabeçote, refrigerado a ar e com 648 cilindradas.
Pesquisas
O início das operações do UKTC foi em janeiro de 2015 e somente agora está em pleno funcionamento. O Centro Tecnológico da montadora está localizada a maior pista privada de testes de veículos do Reino Unido e foi concebido com o objetivo de trazer uma abordagem mais global para produtos e tecnologias da marca e ser o núcleo inovador e a sede global para estratégias de produtos da Royal Enfield.
A instalação permite que seus mais de 120 engenheiros desenvolvam motocicletas em aproximadamente 3.000 m² em dois andares com estúdio para desenvolvimento de design industrial, motor, eletricidade, chassi, pintura, metal, além de uma loja modelo e uma loja de peças. O estúdio tem plataformas de modelagem de altura variável e um conjunto de instalações de oficinas que possibilita a maior parte da concepção de modelos no próprio local. O edifício de teste de motor, de 470 m², tem dinamômetros e equipamentos de emissão para testes.

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Sportster 60 anos

A Sportster, modelo de entrada da norte-americana Harley-Davidson, completa, em 2017, 60 anos de produção contínua. No Brasil, estão disponíveis a linha Iron 883, 1200 Custom CB, Forty-Eight e Rodster 1200, com preços sugeridos de R$ 40.500, R$ 48.700, R$ 47.600 e R$ 48.600, respectivamente. A principal característica do modelo é a ampla possibilidade de customização com itens originais da fábrica.
A moto foi lançada em 1957, baseada modelo K, produzido entre 1952 e 1956, com motor de 55 polegadas cúbicas (883cc) e dois cilindros em V, para enfrentar a preferência pelos modelos da inglesa Triumph nas pistas de corrida dos anos 50. Já em 1958, uma nova versão, a XLCH (Competition Hot) Sportster apareceu com desempenho off-road, para-lamas traseiro estilo bobber e tanque de combustível do modelo 5 de 125 cc de 1948.
 
 Nos anos 60, a XLCH foi redesenhada com estilo custom. Já na década de 70 apareceu a XR750, para uso misto no asfalto e na terra. O modelo atendeu a mudanças nas regras de provas de motovelocidade que permitiu motores OHV de 750cc competir nos EUA. Com a moto, Cal Rayborn, venceu três de seis corridas e quebrou recordes no Trans-Atlantic de 1972, disputado na pista de Brands Hatch. A moto marcou presença também nas competições norte-americanas de Dirt Track, com pilotos como Jay Springsteen, Chris Carr, Richy Graham, Mert Lawwill e Kevin Atherton.
Em 1972, a XL incorpora a versão de 1000cc do motor “Iron Head” e, em 1976, o câmbio é transferido para o lado esquerdo da moto e o pedal de freio traseiro para o direito. Já em 1977, a XLCR (Café Racer) recebeu suspensão traseira inspirada na XR750, uma nova estética, freios a disco e rodas de alumínio fundido para aprimorar a esportividade.
Em 1986 aparece o motor Evolution Sportster com duas cilindradas, 883cc e design original do modelo ano 57 com 1100 cc. Este foi substituído dois anos mais tarde pelo 1200cc. Em 1987 entra em cena a XLH883 Hugger, destinada a pilotos de baixa estatura e o público de mulheres motociclistas. Em 1991, todas as Sportster já estavam equipadas com câmbio de cinco velocidades.
Em 2000, a XL1200S Sportster Sport tinha duas pinças de freios de quatro pistões na frente e outra atrás. A XL883R 2002 incorporou o escapamento 2-1, duplo disco frontal e guidão baixo. Em 2004, todas as Sportster eram montadas em quadro com novo design e em 2007 a injeção de combustível substituiu os carburadores.
Em 2008, a Harley-Davidson lançou a XR1200, uma Sportster com um motor de 90 cv, suspensão dianteira invertida, freios redimencionados, braço oscilante em alumínio. Também naquele ano, a Nightster destacou-se com as rodas pretas, motor cinza e sistema de iluminação de LED.
Em 2010, a montadora começou a ampliar o lequede opções do modelo formando uma nova linha Sportster, primeiro com a Iron XL883N e depois a bobber XL1200X Forty-Eight, de traseira minimalista e com tanque “peanut” inspirado no desenho do modelo 5, de 1948.
Para 2012, a marca apresentou a XL1000V  XL883R 2002, com referência “chopper” e o estilo custom com posição de pilotagem mais relaxada da XL1200C. As quatro motos fazer referência às Sportster dos finais dos anos 50 e 60.
No ano passado, a Iron e a Forty-Eight foram renovadas e incorporaram novas suspensões e freios ABS, combinando o estilo old-school e um pacote tecnológico mais moderno. Ao completar 60 anos do modelo, a H-D lançou a Roadster 1200 com suspensão invertida de 43 mm e freios ABS.

domingo, 15 de outubro de 2017

Reflita...


Imagine o Seguinte:

Se você tivesse R$ 86.400,00 em sua conta bancária

Aí alguém rouba R$ 10,00 de você. O que você faria?

A) Ficaria irado e gastaria o resto de seus R$ 86.390,00 na esperança de vingar da pessoa que roubou os R$10?

B) Seguiria sua vida?

B, certo? Você seguiria sua vida!
Note que todos nós temos 86.400 segundos todos os dias. Não deixe os 10 segundos negativos de alguém arruinar o resto dos seus 86.390 segundos. 

Boas Estradas! 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...