terça-feira, 21 de março de 2017

OUTLET & GARAGE SALE

Me amarro em trazer novidades... 
Nossa página de Garage Sale está de volta e com novidades, Você que está cheio de peça e acessórios ocupando espaço na sua casa poderá vende-los aqui conosco, entre em contato no campo de contatos para melhores informações.
Outra novidade que temos é o Outlat Dark Choppers com PRODUTOS NOVOS e preços baixíssimos! Acesse nosso site e confira esta e outras novidades. 

www.darkchoppersbr.com


segunda-feira, 20 de março de 2017

Indian: Chieftain Jack Daniel's e Roadmaster Classic

E a tribo está aumentando ...
A norte-americana Indian apresentou, nos EUA, duas novas versões de seus modelos. Uma edição limitada da Chieftain com tempero Jack Daniel´s e uma Roadmaster que passa agora a ter a variação Classic, com malas laterais em couro em vez de material rígido.
A associação Indian e Jack Daniel´s acontece há alguns anos. Para 2017, serão montadas somente cem unidade da edição especial. Além da moto com grafismos exclusivos, os compradores receberão uma bandeira norte-americana feita com madeira de barris utilizados pela Jack Daniel´s na produção da bebida.
Todas as unidades serão numeradas. Do lote, somente dez serão vendidas na Europa e África do Sul. O restante fica nos Estados Unidos. A versão tem pintura preto e branco, logos da marca de bebida distribuídos na moto e outros detalhes feitos à mão.
Na variante Classic da Roadmaster, as malas em couro mantém o reforço por baixo do acabamento. O motor é o V-Twin de 1.811 cc. Com 392 kg, a Roadmaster Classic mede 2.656 mm de comprimento.





segunda-feira, 13 de março de 2017

Harley-Davison Street Rod 750


A Harley-Davidson mostrou uma nova motocicleta que vai direcionar a empresa americana a uma nova direção. Com posição de pedaleiras tradicional (a otimista Harley se refere a elas como traseiras) e garfo com 27 graus de inclinação, ela não é, definitivamente, uma custom.
Movida pelo mesmo motor V2 de 750 cc refrigerado a água da Street 750, a nova Street Rod é claramente destinada a um antigo desejo dos consumidores americanos. Apesar da Harley-Davidson dizer que a Street Rod é para uso urbano, isso sugere que há ainda mais do que revelado em termos de desempenho e pilotagem.
“Isso atrai a sua atenção. E queremos um chassi para combinar uma dirigibilidade afiada e agressiva, perfeita para o uso urbano, com capacidade de costurar e passar por todos os lugares”, disse o engenheiro-chefe da Harley-Davidson, Mathew Weber.
Para isso, a Street Rod oferece de 8 a 10% a mais de torque (dependendo do mercado) em comparação com a Street 750, e de 18 a 20% extras de potência. Não há dados oficiais divulgados, mas baseado nos números da Street 750 no dinamômetro e numa louca matemática, sugerimos que a Street Rod entregue 68 cv com pico de 8.750 rpm e 6,6 kgfm de torque a 4.000 rpm. Bons números – no papel -, a colocando em comparação com a Kawasaki Z650.
“O motor da Street Rod, o High Output Revolution X 750, ganhou novas válvulas, cabeçote, maior taxa de compressão e limite de giros mais alto”, disse Weber.
Se o nome ainda não deixou isso claro, o estilo da Street Rod claramente se inspira na maligna V-Rod. Garfo e grampos pretos, bolha protetora e discos duplos de freio na frente dão a dianteira uma sensação de robustez. A traseira é acentuada com uma nova área para a rabeta, para-barro perfurado e lanterna em LED. A presença de rodas aro 17″ sugere que os pilotos terão um bom pneu.
“A Street Rod traz uma caixa de ar com maior volume e novas borboletas de aceleração dupla com 42 mm cada, novo cabeçote com quatro válvulas e comandos de válvulas mais agressivos, além de um sistema de escape de alta capacidade – tudo projetado para melhorar o fluxo de ar e eficiência”, de acordo com as informações divulgadas pelas Harley-Davidson. “A taxa de compressão foi de 11.0:1 para 12.0:1 e o limite de rotação foi das 8.000 para 9.000 rpm”.
Mas o maior destaque da Street Rod está no chassi. “Pneus, rodas, suspensão e quadro foram projetados para trabalharem juntos e entregar pilotagem leve e precisa em qualquer velocidade”, disse Weber.
O garfo com inclinação de 27 graus (contra os 32 graus da Street 750) dará mais agilidade e resposta aos comandos de direção. E a Harley diz que o ângulo de inclinação foi um pouco melhorado, para 37,3 graus para a esquerda e 40,2 graus para a direita (comparado com os 28,5 graus para ambos os lados da Street 750). A altura do banco foi levantada para 765 mm e as pedaleiras estão logo atrás da linha do joelho. A Harley descreve isso como uma posição traseira, mas dizemos que é uma posição tradicional e mais confortável de pilotar.
A suspensão dianteira possui garfo duplo de 43 mm em alumínio. Os amortecedores traseiros têm reservatório externo para aumentar a capacidade de fluído e manter a capacidade de retorno. O curso foi aumentado em 31%, para respeitáveis 117 mm. O braço oscilante é mais longo para acomodar os amortecedores em posição mais alta, o que ajuda na tocada.
   Retas, as manoplas criam uma posição de pilotar agressiva, de acordo com a Harley. Novamente, olhando para as fotos dos pilotos nas motos, dizemos que é uma posição tradicional de pilotagem, mas é fácil perdoar a Harley por destacar isso. A palavra “tradicional” não costuma criar excitação nas pessoas. E, de tudo que vimos, a Street Rod aparenta ser uma moto que vale a pena. Falando nisso, os espelhos retrovisores podem ser montados antes ou depois dos manetes, e possuem um sistema (ainda em processo de patente) no qual podem ser virados para trás sem interferir nas mãos do piloto. É útil para quando se precisa usar a Street Rod entre as faixas de trânsito.
A Street Rod veste pneus Michelin Scorcher 21 e, olhando suas medidas – 120/70 R17 na dianteira e 160/60R17 na traseira – parece que ela pode acomodar pneus de melhor qualidade, como o Dunlop Roadsmart III. Por último, irá melhorar as respostas. O ABS é item de série nas motos europeias e está disponível como um opcional de US$ 750 nos Estados Unidos.
A Street Rod está disponível nas cores Vivid Black, Charcoal Denim ou Olive Gold, com preço nos Estados Unidos começando em US$ 8.699 (cerca de R$ 28 mil). Teremos nossa chance de andar na Street Rod em breve. E estamos ansiosos.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Corridas Proibidas (Street Outlaws)

Se você é mais um daqueles fanáticos como nós por velocidade, gasolina e carros irados não pode perder esta nova temporada de Corridas Proibidas (Street Outlaws) exibida no canal Discovery Turbo. Ontem (27/02) foi ao ar a nova temporada.
No dia 27 de Março também rolou um episódio especial nos Estados Unidos, com uma  corrida entre Big Chief vs Richard Rawlings, The Crow vs Challenger 2015, Street Outlaws (Corridas Proibidas) vs Fast n Loud (Dupla do Barulho) e Farmtruck vs Aaron. Ficou interessado? fique ligado que em breve será exibido aqui no Brasil

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...